Coordenadoria Geral de Vigilância
em Saúde
2009
A CGVS
ESTÁ PRESENTE
no ciclo da
vida das
pessoas.
Eventos Vitais
ALIMENTOS
ÁGUAS
ZOONOSES
PRODUTOS
SERVIÇOS
D. Transmissíveis
Coordenadoria Geral de Vigilância da Saúde
Equipe de Vigilância de Zoonoses
Núcleo de Vigilância de População Animal
Estrada Bérico José Bernardes, 3489
Lomba do Pinheiro P 19
Fone: 34468500/34467517
EVZ - Canil Municipal
Mordeduras de Cães no Município de Porto Alegre
• São notificados pela rede de saúde cerca de cinco mil
ataques de cães por ano
• Estima-se que este numero seja bem maior
• A maioria destes acidentes acontecem com o cão da
própria família
• As crianças são as principais vitimas dos ataques mais
graves , muitas vezes com seqüelas físicas e psicológicas
irreversíveis
Inquéritos de Mordeduras 2006
•
•
•
•
•
•
2006 – segundo semestre
2264 ferimentos
Cão-2039
Crianças: <1ano 5 casos graves
Crianças: 1 a 5 anos 240 casos
Crianças: 6 a 12 anos 414 casos
Feras assassinas
Menino atacado por cão rottweiler em Ceilândia tem traumatismo
craniano, sofre várias cirurgias e carrega o trauma da agressão.
Deputado reapresenta na Câmara Legislativa projeto que proíbe criação
da raça em áreas urbanas do DF
Correio Braziliense 27/06/2002
09/08/2007 - 12h53
‘Era o cão ou eu’, diz vizinho que salvou menina de rottweiler
Militar lutou com o animal por cerca de meia hora antes de matá-lo.
Criança levou mordida na nuca e está internada na UTI
Agressões causadas por animais
O principal animal envolvido é o CÃO.
No Estado de São Paulo, a população canina estimada
é de cerca de 5 a 6 milhões de cães (1998).
Anualmente são atendidas cerca de 130 mil pessoas
envolvidas em acidentes com animais.
Tratamento anti-rábico 70 mil pessoas.
Os cães respondem por 83 a 85% dos acidentes.
Grupo de risco em agressões por animais
CRIANÇAS
- crianças pequenas e cães sempre com supervisão de um adulto
IDOSOS
GRUPOS PROFISSIONAIS
• leituristas de consumo elétrico, gás, água
• carteiros, coletores de lixo
• tratadores de animais
Por que ocorrem agressões?
Imprudência ou ignorância no trato com animais, associados a:
a) Comportamentos naturais do animal
Dominância ou liderança, defesa de território, da prole ou do próprio
indivíduo, rivalidade
b) Índole natural daquele animal em especial
- Seleção genética da raça.
Por que ocorrem agressões?
c) Comportamentos induzidos
- cão assume a dominância sobre a família (matilha)
-falta de adestramento;
- isolamento ou falta de convívio com
pessoas e outros animais.
d) Manutenção inadequada
- falta de controle no domicílio;
- passeios sem guia e coleira;
- falta de alimentação;
- falta de exercícios físicos periódicos.
Riscos decorrentes de agressões por animais
- Traumas psíquicos
ferimentos:
- Traumas físicos
- leves, graves, mutilações, óbitos
- Infecções
inespecíficas
tétano
Fonte:
Centro de Controle de Zoonoses - CCZ - SMS - PMSP
Centro para Organização da Atenção à Saúde - COAS - SMS - PMSP
Instituto Pasteur - SES SP
Como evitar mordeduras
• A meta principal é nunca permitir a qualquer cão
que tenha o estado dominante sobre qualquer
adulto ou crianças.
• Se os cães sempre conhecerem sua hierarquia
social dentro da família e nunca se permitir que
desafiem as pessoas, geralmente serão bons
membros dentro da família.
Como evitar mordeduras
• Quanto ao ambiente social, os cães têm uma ordem de
conjunto que determina sua posição social, uma ordem que
se estabelece e é mantida pela comunicação não verbal.
• Alguns cães ocupam o espaço dominante, mais alto
hierarquicamente (alfa).
• Quando os cães vivem com as pessoas, eles vêem os seres
humanos como membro do conjunto, da matilha, e a prova
para estabelecer seu lugar na ordem social é desafiando os
membros da família mais submissos, em particular as
crianças.
Como evitar mordeduras
• Os sinais sutis da dominância do animal na casa
passam geralmente desapercebidos pela família até
o momento em que o animal morde o ser humano
para impor sua posição dominante (alfa).
• O proprietário não entende a progressão do
comportamento agressivo e culpa o cão por morder
“sem nenhuma razão”..
Como evitar mordeduras
• Atenção: Se o cão rosnar ou demonstrar
agressividade para um membro da família,
principalmente crianças, procure orientação
imediata de um veterinário.
• Não deve ser considerado normal um cão
demonstrar agressividade para família.
Como evitar mordeduras
• A primeira regra para prevenir os problemas é
harmonizar o animal correto para cada
proprietário e situação familiar,
• fazendo uma aquisição responsável e consciente.
• A prevenção da agressão também inclui uma
socialização precoce e educação básica.
Como evitar mordeduras
• 1.Nunca mexer com cães soltos na rua ou presos
atrás de grades, portões, muros;
• 2. Nunca chegar perto de cães presos na guia;
• 3. Sempre pedir permissão ao dono para tocar no
animal, seja na rua ou na casa,mesmo se o animal
for conhecido;
• 4. Só entrar em locais com certeza da presença de
cães devidamente contidos,mesmo que conhecidos;
nunca invadir terrenos, quintais ou casas sem
permissão do
proprietário ou um adulto
Como evitar mordeduras
• 5. Nunca instigá-lo contra outros animais ou
provocá-lo ou puxar seu rabo, orelhas,chacoalhar
sua cabeça, imobilizá-lo ou fazer brincadeiras
violentas;
• 6. Nunca olhar direta e fixamente nos olhos de um
cão
• 7. Nunca correr ou gritar quando um cão chegar
perto. Permanecer imóvel como um poste, sem
olhar nos seus olhos;
• 8. Nunca fazer movimentos bruscos perto dos
animais; sempre se aproximar de formalenta e em
silêncio;
Como evitar mordeduras
• 9. Nunca gritar próximo aos animais ou expô-los a
barulhos de rojões e bombas;
• 10. Nunca tocar ou acordar bruscamente um cão ou
gato que esteja dormindo
• 11. Nunca tocar, passar perto ou brincar com cão que
esteja se alimentando;
• 12. Nunca mexer em seus pertences (brinquedos, ossos,
biscoitos, etc...);
• 13. Nunca mexer com fêmeas com filhotes;
Como evitar mordeduras
• Para maiores informações sobre como evitar
mordeduras e ataques de cães , consultar o
texto : agressões de cães
Descargar

Zoonoses Mordeduras